Atualizado quinta-feira, 16/10/2014 |08:11

Policial acusado de matar lutador recebe voz de prisão por morte de ex


O tenente da Polícia Militar Iranildo Félix de Sousa, acusado de matar a tiros o professor de musculação e lutador de MMA Luiz de França Trindade, crime ocorrido no dia 10 de fevereiro deste ano, recebeu na manhã desta terça-feira (14) voz de prisão ao ser apontado pela Polícia Civil como um dos envolvidos na morte da estudante de Direito Izânia Maria Bezerra Alves, de 31 anos, assassinada no dia 16 de fevereiro numa estrada carroçável de Macaíba.

izania-2

Izânia foi assassinada numa estrada carroçável. (Foto: Arquivo pessoal)

Izânia  era ex-mulher do oficial. Além disso, a Polícia Civil ainda cumpriu de mandados de prisão contra quatro pessoas: foram presos em Macaíba o cabo da PM José Félix de Lima Filho, de 48 anos, o filho dele, Francisco Jeferson Félix de Lima, de 25 anos, além de Charles Caio Santos da Costa, de 28 anos, e a atual companheira do tenente, Valéria Alexandre Cortez Ribeiro, de 31 anos. Todos, segundo a polícia, também são suspeitos de envolvimento na morte da universitária. A operação foi denominada de ‘Chaturanga’.

Radio Princesa