Atualizado quinta-feira, 16/10/2014 |02:31

Flamengo joga para o gasto, vence América-RN e avança para as semis.


O Flamengo não precisou repetir o bom futebol do último fim de semana, quando derrotou o Cruzeiro pelo Brasileiro, para manter seu bom momento na temporada. Após primeiro tempo sonolento nesta quarta-feira à noite, o Rubro-Negro cresceu na segunda etapa e, com gol de Gabriel, venceu o desfalcado América-RN por 1 a 0 diante de bom público (37.760 pagantes, com 42.406 presentes), avançando para as semifinais da Copa do Brasil. Na ida, a equipe carioca já havia vencido em Natal pelo mesmo placar, também com tento de Gabriel. O Atlético-MG, que venceu o Corinthians por 4 a 1, será o adversário da próxima fase, nos dias 29 de outubro e 5 de novembro.

Embora a partida desta noite não tenha reservado susto no placar para a torcida rubro-negra, o técnico Vanderlei Luxemburgo teve motivos para se preocupar. Perdeu, machucados, Márcio Araújo e Alecsandro. Este último teve pequeno afundamento na testa após choque com o zagueiro Cleber e foi para o hospital passar por exames. O zagueiro Marcelo ainda foi expulso no segundo tempo.

O time carioca volta a campo neste domingo, às 16h (horário de Brasília), para enfrentar o Atlético-PR, em Curitiba, pela 29ª rodada do Brasileirão. A equipe da Gávea vem de duas vitórias no nacional e ocupa posição mais tranquila – é o décimo, a sete pontos do Z-4.

O América-RN, por sua vez, voltará a se preocupar exclusivamente com a briga contra o rebaixamento na Série B. O time do recém-contratado técnico Roberto Fernandes é o 17º colocado na competição e joga neste sábado, às 16h20 (horário de Brasília), contra o Bragantino, em Bragança Paulista, pela 30ª rodada. O adversário é rival direto na luta contra a queda para a Série C, estando em 16º lugar, com três pontos a mais.

Sem emoção

Foi um primeiro tempo de dar sono no Maracanã. Para se ter ideia, os goleiros não fizeram defesa alguma. As sete finalizações na etapa – quatro do Flamengo e três do América-RN – foram para fora, sem perigo algum. Aos três minutos, João Paulo teve uma ótima falta para cobrar, mas mandou na barreira. O lateral, que perdeu algumas bolas fáceis, ouviu vaias dos torcedores. Repleto de desfalques, o América-RN se fechou e buscou esporádicos contra-ataques. No melhor, Jéferson chutou fraco, para fora, após boa arrancada de Paulinho, aos 32. No fim, Márcio Araújo saiu machucado para a entrada de Gabriel.

Com emoção

Nixon foi outra mudança no Flamengo, na vaga de Eduardo da Silva, para o segundo tempo. A etapa trouxe muito mais emoção ao torcedor, mas começou com um susto. Aos quatro, Alecsandro se chocou no alto com Cleber e levou a pior, sendo substituído com pequeno afundamento na testa. Muralha entrou. O Rubro-Negro passou a pressionar, imprimindo mais velocidade, e a torcida veio junto. Em bonita jogada que ele mesmo iniciou, Gabriel concluiu com perfeição aos 18, abrindo o placar. Aos 20, o América-RN perdeu o volante Lázaro, exulso por carrinho em Gabriel. Pouco depois, Marcelo, zagueiro do Fla, recebeu o vermelho por reclamação. Precisando de dois gols, o time potiguar se lançou. Porém, Isac e Pimpão perderam chances na cara de Paulo Victor, que assegurou a classificação.

Radio Princesa