Pausa

Atualizado quarta-feira, 06/12/2017 |17:51

Serviço realizado por empresa do setor energético causou interrupção no abastecimento área residencial em Assú


Desde o último final de semana e até a manhã de ontem quarta-feira, dia 06 de dezembro moradores do Conjunto Irmã Lindalva ficaram sem água nas torneiras de suas residências o que dificultou e muito o desempenho nos afazeres diários. O fato se deu em razão da colocação de alguns postes na localidade os quais servirão como base para a implantação de uma rede de transmissão de energia que passará pela referida área habitacional. A informação foi prestada pelo gerente da unidade regional da CAERN em Assú, Antonio de Pádua Corcino.

O dirigente da CAERN também falou acerca de uma obra que a empresa iniciará nos próximos dias a fim de garantir a continuidade do abastecimento hídrico de Assú e parte de Mossoró.

Antonio de Pádua finalizou sua fala citando algumas obras e serviços que a CAERN tem realizado no município de Assú.

Ainda em se tratando de água o presidente do Distrito Irrigado do Baixo Açu (DIBA), agropecuarista Nuilson Pinto de Medeiros externou sua preocupação no que diz respeito a quantidade do precioso liquido que ainda resta na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves e afirmou que a tranquilidade só se fará presente na região com a chegada das chuvas previstas para ser acima da média em 2018.

O maior reservatório hídrico do Rio Grande do Norte localizado no Vale do Açu está se estruturando para receber as águas da Transposição do Rio São Francisco. A esse respeito fala ao Jornal da Manhã, o engenheiro Rafael Mendonça de Sousa que é diretor chefe da unidade regional do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) no Vale do Açu.