Medo

Atualizado quinta-feira, 05/10/2017 |11:19

Criminosos fazem tesoureiro e gerente dos Correios em Assú de reféns durante assalto a agência

Os criminosos fugiram após o sequestro seguido de roubo


Passava de 07h nesta quinta-feira, dia 05 de outubro quando um grupo composto por três criminosos chegou a residência do tesoureiro da agência dos Correios e Assú e o fez de refém, se deslocando em seguida até a residência da gerente da unidade onde deram andamento a ação criminosa tomando-a também como refém.

Um dos meliantes ficou na residência da gerente e os outros dois se dirigiram a agência juntamente com o tesoureiro e a gerente. Durante o percurso foram orientando como as vítimas deveriam se portar. Entraram pela lateral, se dirigiram ao cofre de onde foi subtraída toda a quantia que lá estava”, disse o comandante do 10º BPM, Tenente Coronel Assis Santos sem revelar ao certo quanto foi levado. Segundo o oficial os criminosas acreditavam inicialmente que o tesoureiro fosse o gerente dos Correios. Posteriormente descobriram que tinham se enganado e, fizeram com que o funcionário os levasse a residência da gerente. Todas as vítimas terão a identificação preservada.

Ao ser indagado pelo repórter Jarbas Rocha se as vítimas teriam informado alguma característica física, sotaque ou algo que pudesse auxiliar na sua identificação dos bandidos, o comandante respondeu que, “não”, e disse mais. “Pelo que se percebeu nas imagens [do circuito interno da agência] o pessoal [criminosos] estava muito tranquilo para esse tipo de ação, e provavelmente tinha muitas informações acerca da rotina dos funcionários, já que foram direto na casa do tesoureiro e de lá a casa da gerente. Pelo menos sabiam onde o tesoureiro residia”, acrescentou.

A Polícia Federal deverá conduzir o processo investigativo sobre essa ação. Mas segundo o Tenente Coronel Assis Santos, a Polícia Civil de Assú, também foi comunicada.

Com certeza”, disse ao falar sobre a parte que cabe a Polícia Federal. “Fizemos contato também com a Polícia Civil, pois se tem um crime na cidade temos que interagir entre as polícias para o bem comum da população”, ponderou.

Os criminosos fugiram após o sequestro seguido de roubo.

Um crime que eu reputo como preocupante para a cidade de Assú. Podemos ver que a bandidagem está migrando para esse tipo de delito”, finalizou o oficial da Polícia Militar.