Julgamento

Atualizado sexta-feira, 12/05/2017 |12:39

Julgamento de acusados da morte de Manoel Botinha não vai acontecer em Assú

Julgamento não será em Assú, mas na cidade de Mossoró.


O Ministério Público entrou com um pedido de desaforamento e Itamar Veríssimo de Melo e Jalisson Wagner Veríssimo de Melo réus na Ação Penal nº 0100228-83.2016.8.20.0100 que versa sobre o crime de homicídio que vitimou em 22 de abril de 2015 o então vereador Manoel Ferreira Targino – Manoel Botinha não serão julgados em Assú. O pedido foi aceito pelos desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. A defesa dos réus é de responsabilidade do advogado Ivanaldo Paulo Salustino e Silva (OAB/RN 4231). O juiz da Vara Criminal da Comarca do Assú, Dr. Marivaldo Dantas de Araújo prestou outras informações.

Jalisson Veríssimo de Melo também é réu na Ação Penal nº 0100229-68.2016.8.20.0100  que seria submetida ao julgamento popular na última quarta-feira, dia 10. A citada Ação Penal trata do crime cometido contra Sobrinho de Araújo Alves. As duas Ações Penais são de autoria do Ministério Público Estadual.