Polícia

Atualizado quinta-feira, 14/07/2016 |14:04

Delegado se pronuncia sobre série de homicídios em Assú

Além das quatro mortes em seis dias a cidade também registrou três tentativas de homicídio


A Polícia Civil de Assú através do delegado Marcelo Aranha se pronunciou sobre os crimes de homicídio registrados na cidade nos últimos dias. No total foram quatro Crimes violentos letais intencionais em menos de uma semana. Muito para uma cidade que ultimamente se destaca na área policial mais pelos assaltos e arrombamentos.

Essa semana foi atípica com quatro homicídios. Isso nunca havia acontecido”, afirmou a autoridade policial em entrevista veiculada no Caderno de Ocorrências desta quinta-feira.

Marcelo Aranha adiantou que em alguns casos o trabalho investigativo está em fase avançada.

“Estamos investigando e alguns casos estão praticamente resolvidos. Não podemos repassar agora as informações, mas estamos seguindo todas as investigações possíveis”.

‘Bola de Ouro’

No geral o delegado falou acerca de todos os homicídios ocorridos nos últimos dias afirmando que estes estão sendo investigados. Sobre o homicídio que vitimou José Camilo de Medeiros conhecido popularmente pelo apelido de ‘Bola de Ouro’ Marcelo Aranha foi um pouco mais além e informou que a investigação policial se baseia em duas linhas, embora não tenha declarado quais são em virtude do processo de apuração está em andamento, o qual não deve ser atrapalhado.

Nós temos duas linhas de investigação. Nosso trabalho é investigativo então não podemos passar para a população tudo o que acontece”, resumiu o delegado.

Marcelo Aranha não descarta a possibilidade da morte de ‘Bola de Ouro’ assassinado dentro de casa em plena luz do dia na última terça-feira, dia 12 na Rua Aldemar de Sá Leitão, bairro São João, ter ligação com a de José Paulino da Silva, ‘Paulinho do Gesso’ morto no mesmo dia na Rua Professor Hélio, bairro Vertentes via seguinte a que houve o registro do crime acima mencionado.

Pode sim [ter ligação]. A Polícia Civil está trabalhando com todas as hipóteses possíveis. Vamos apurar se há ligação. Mas no primeiro momento a causa também poderia ser outra”, respondeu ao ser questionado sobre a possibilidade de ligação entre os dois casos.

Além das quatro mortes em seis dias a cidade também registrou três tentativas de homicídio.