Trânsito

Atualizado quinta-feira, 02/06/2016 |13:22

Taxistas se queixam que estão sendo proibidos de parar em frente aos supermercados

Parar pode, mas estacionar não, diz coordenadora executiva do DEMUTRAN


Algumas taxistas que trabalham na Praça Pedro Velho em frente ao prédio da Prefeitura do Assú estão reclamando que não podem parar em frente aos supermercados do centro da cidade. O relato dá conta que os clientes fazem compras e chamam os taxistas para fazer o transporte e enquanto estão aguardando as sacolas serem colocadas no porta-malas dos carros os agentes de trânsito do município pedem que eles saiam do local ou serão multados, uma vez que é proibido estacionar em frente aos supermercados na área central da cidade por se localizarem em ruas estreitas.  O taxista Francisco de Assis de Souza – Diá Taxista é o primeiro a se queixar da situação. Taxista há 12 anos, ele diz que só foram criadas leis para prejudicar a categoria. Joabe Barbosa chama a atenção para outro problema que parece estar longe de ter uma solução, o exercício da profissão por parte dos clandestinos. A coordenadora executiva do DEMUTRAN, Prycylla Mayra esclareceu que parar por pouco tempo é permitido. Ela orientou aos taxistas e condutores de outros veículos a deixarem a porta ou o porta-malas dos carros abertos e se mantenham próximo, como forma de caracterizar que estão parados e não estacionados. Quanto ao exercício ilegal da profissão por parte dos clandestinos, Prycylla salienta que a fiscalização está sendo feita com vistas a tentar coibir a prática.

Foto: Divulgação de imagem ilustrativa