Desabafo

Atualizado quinta-feira, 30/06/2016 |14:20

Presidente da APAE em Assú lamenta que prestação de serviços do setor clínico da entidade ainda está muito deficitária

Segundo Euzélia Barros a APAE está enfrentando dificuldades devido a falta de profissionais


A partir da última segunda-feira, dia 27, recomeçaram as atividades pedagógicas e clínicas na alçada da unidade da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), na cidade do Assú. Porém, no que tange ao setor clínico, a deficiência ainda é gritante e tem provocado a indignação de muitos pais de menores assistidos pela instituição.

Estamos enfrentando dificuldade na parte clínica pela falta de alguns profissionais. Eles vão chegando gradativamente e nós esperamos retornar com todos os atendimentos que tínhamos anteriormente. A demanda é grande e os pais de alguns dos nossos assistidos estão superchateados e eles têm razão pois sabem o que seus filhos sentem”, desabafa a presidente Euzélia Barros.

A dirigente da APAE também aproveitou o momento para registrar a ação solidária por parte da Rede Ideal 10 de Abril que fez a doação a entidade dos gêneros alimentícios os quais foram arrecadados por ocasião da realização do III Passeio Ciclístico Ideal para Sua Saúde no último dia 19 de junho.

A APAE recebeu os donativos entregues pelo Supermercado 10 de Abril e nós agradecemos bastante. Utilizamos esses gêneros na alimentação dos nossos assistidos e o que não utilizamos na merenda destinamos aos seus pais. É uma ação social de grande valor e importância para a nossa instituição. Agradecemos ao Supermercado 10 de Abril e a todos que participaram do evento e doaram os alimentos”, pontuou.

a

Ainda com referência à APAE-Assú, no próximo dia 08 de julho acontecerá um encontro técnico dos coordenadores de artes das APAEs do estado, para tratar da realização do Festival Estadual Nossa Arte, que acontecerá dia 05 de agosto na capital do estado. Maria Luiza da Silveira disse que a APAE local se fará presente ao citado festival com o total de dez assistidos os quais apresentarão vinte trabalhos fotográficos. As imagens foram capturadas a partir do projeto ‘Assú sob um olhar excepcional’.

Levamos nossos alunos ao centro da cidade para que eles pudessem fotografar cenas do cotidiano e/ou algo que eles achassem interessante, como a igreja matriz de São João Batista, a Casa da Cultura, os casarões ou a feira livre. Vamos organizar esse material e apresentar no Festival Estadual Nossa Arte”, salientou a voluntária.