Assú

Atualizado sábado, 04/06/2016 |07:00

Prédio que abrigou a sessão de poços do DNOCS no bairro Dom Elizeu foi demolido essa semana

No local só restam ruínas


O prédio localizado na rua Nestor de Lima, esquina com a Dr. Luiz Carlos no bairro Dom Elizeu foi demolido nesta semana. No local por muito tempo funcionou a sessão de poços do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), cuja sede em Assú, se localiza no bairro São João. De acordo com o chefe da unidade da bacia de campo do DNOCS, Rafael Mendonça de Souza, foi firmado um Contrato de Cessão Provisória Sob Forma de Utilização Gratuita entre a Prefeitura Municipal do Assú e a Superintendência do Patrimônio da União no Estado do Rio Grande do Norte (SPU/RN). O Contrato entre a SPU e o município foi firmado em novembro de 2014 e teve assinatura do prefeito do município Ivan Lopes Júnior e Yeda Cunha de Medeiros Pereira, da citada superintendência. Rafael Mendonça esclareceu que o prédio era do Departamento Nacional de Estradas e Rodagens (DNER) que após ser extinto passou para a SPU. No local agora se restam as ruínas. Conforme consta no contrato, a área foi cedida pela união para instalação do Centro de Especialidade em Reabilitação. Reza ainda, no item b da sua clausura sexta que não será permitida a inversão, cessão, locação ou utilização do imóvel para fim diverso conforme está previsto na clausura terceira. Porém observa, na mesma clausura sexta, item c, que qualquer ampliação, ou alteração do imóvel cedido deve ser comunicada previa e formalmente a SPU/RN, incumbindo ao outorgado cessionário após a autorização encaminhar à SPU a documentação necessária a averbação no Cartório de registro  de imóveis certidão comprobatória de sua ocorrência.

O secretário de infraestrutura do município de Assú, Douglas Freire confirmou que a área foi cedida e como havia riscos de acidente devido a diversas rachaduras nas paredes foi decidido pela demolição. Ainda segundo o secretário, a gestão tem dois projetos para o local e aguarda uma definição do chefe do executivo municipal para anunciar publicamente qual será empregado.