Censo

Atualizado segunda-feira, 06/06/2016 |09:35

Censo Previdenciário da justiça do Rio Grande do Norte recadastrou 2.515 ativos e inativos

À frente da coordenação dos trabalhos, o juiz auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça do estado, Seráphico Nóbrega, lembra que, entre os servidores e magistrados ativos, 2.106 foram recadastrados


Realizado entre 15 de fevereiro e 11 de março, o Censo Previdenciário do Judiciário do RN efetuou o recadastramento de 2.515 servidores e magistrados ativos e inativos da Justiça estadual potiguar. Os números foram informados à Presidência do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte em relatório da empresa Webtech Software e Serviços Limitada. Todo o contingente de efetivos, aposentados e pensionistas foi recadastrado, anuncia informação postada na página eletrônica do Poder Judiciário norte-rio-grandense. À frente da coordenação dos trabalhos, o juiz auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça do estado, Seráphico Nóbrega, lembra que, entre os servidores e magistrados ativos, 2.106 foram recadastrados. Nessa contagem, não estão incluídos os 40 novos juízes, empossados em abril e que atualmente participam de curso de formação para a carreira da magistratura. O total de inativos foi de 406, sendo que 17 servidores se aposentaram após a realização do censo. Seráphico Nóbrega recorda que o maior desafio da equipe responsável pela atualização cadastral foi a localização de alguns inativos. Cartas foram enviadas para endereços dessas pessoas e, em alguns casos, por impossibilidade de comparecimento de aposentados e pensionistas aos postos instalados pelo Tribunal de Justiça Estadual, recenseadores foram até as residências dos mesmos, o que garantiu o comparecimento integral.