Abastecimento

Atualizado quinta-feira, 14/01/2016 |12:37

Gestor da Caern se pronuncia sobre adoção de rodízio no sistema de água em cidades atendidas por adutora

Quem se manifestou sobre esta medida foi o gestor do escritório da Caern em Assú, Antonio de Pádua Costa, para o Jornal da Manhã


A partir da última terça-feira, dia 12, as oito cidades que são abastecidas pela Adutora Sertão-Central-Cabugi, cuja captação hídrica se observa na Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, estão sendo atendidas dentro de um sistema de rodízio, adotado pela Companhia de Águas e Esgotos do estado, Caern, em decorrência da queda de capacidade de armazenamento do citado reservatório. Quem se manifestou sobre esta medida foi o gestor do escritório da Caern em Assú, Antonio de Pádua Costa, para o Jornal da Manhã. O representante da Caern também falou sobre o projeto-piloto idealizado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Semarh, que previa o suprimento da cidade de Macau com o aproveitamento da água do Oceano Atlântico. Pádua Costa explicou que um dos pontos de dificuldade para que a ação seja implementada é o alto investimento necessário para sua execução. Finalizando a entrevista, o dirigente da Caern em Assú tratou dos obstáculos que a companhia vem encontrando para garantir a manutenção do abastecimento no município de São Rafael.