Economia

Atualizado quarta-feira, 20/01/2016 |16:57

“Ambev fechou as portas no RN por decisão própria”, diz Flávio Azevedo

“Ambev precisaria voltar a fabricar cerveja, ou seja, assumir sua atividade industrial, e não apenas comercial, como se tornou de 2010 pra cá. Não há como fornecer isenção, dentro do PROADI, para atividade comercial”, justificou Flávio Azevedo.


Da Tribuna do Norte – O secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, Flávio Azevedo, afirma que a decisão de fechamento da fábrica da Ambev no estado não pode ser atribuída ao Governo.

Para Azevedo, foi a própria empresa que não demonstrou interesse em permanecer produzindo no estado. A Ambev confirmou na terça-feira (19) o fim das atividades de envasamento.

Flávio Azevedo explicou que a Ambev, que durante 20 anos usufruiu de isenção fiscal, só poderia continuar com o benefício concedido pelo Poder Público caso continuasse fabricando cerveja, o que, segundo o secretário, não era mais interesse da gigante do ramo de bebidas.

Juliano Lima

Jornalista trabalhou vários meios de comunicação no Brasil e hoje é repórter da Rádio Princesa do Vale e editor do Jornal da Manhã.
http://www.radioprincesadovale.com