Atualizado segunda-feira, 19/10/2015 |12:58

Quase 20 presos foram assassinados ou encontrados mortos em condições suspeitas em 2015 nos presídios do RN

polícia


Somente no ano de 2015, 19 detentos já foram assassinados ou encontrados mortos em condições suspeitas dentro dos presídios do Rio Grande do Norte. Os dados são da Coordenadoria de Análises Criminais da Secretaria de Segurança Pública e publicados na semana passada através de uma reportagem do Portal G1 RN. Segundo a matéria o último caso foi registrado, no presídio de Alcaçuz, em Nísia Floresta na última sexta-feira. O corpo de Clésio Barbosa de Sousa Oliveira, 36 anos, foi encontrado pendurado numa pilastra do pavilhão 4 da unidade prisional. Ele estava em Alcaçuz desde fevereiro e tinha condenação por porte ilegal de arma, associação criminosa e por facilitação de fuga. De acordo com o G1, o primeiro conflito envolvendo presos e resultando em morte, ocorreu no último dia 16 de agosto na Cadeia Pública de Caraúbas onde quatro detentos foram mortos a facadas. Destas 19 mortes, 17 delas ocorreram a partir de agosto.