De bem com o corpo

Atualizado quarta-feira, 07/10/2015 |18:28

Aos 32 anos, Fernanda Paes Leme diz que é bem resolvida com o corpo: “Tenho até apego às minhas celulites”

A atriz, que estreia neste mês na série "Odeio Segundas", fala sobre a nova personagem, chegada da idade e conta que nunca foi neurótica em relação ao corpo


Quem vê Fernanda Paes Leme exibindo a boa forma na televisão e em campanhas publicitárias pode até pensar que ela vive na academia e de dieta. Em entrevista à Marie Claire, a atriz conta que não é neurótica em relação ao corpo: começou a ter uma rotina de malhação recentemente, inspirada pela musa fitness Gabriela Pugliesi – até se apelidou de Fepapugli -,  e garante que não se priva do que tem vontade na alimentação.

“Comecei a fazer exercícios físicos com frequência, o que não fazia antes. Fujo um pouco dessa coisa da rotina e ela é importante quando você malha”, disse. Entre as atividades que pratica estão o treino funcional, boxe e, às vezes, pilates. “Faço pilates porque tenho um probleminha nas costas. A idade chega, né? É uma loucura!”

Fernanda conta que também começou a se alimentar de forma mais saudável.” Comia muita porcaria. Sempre fui chocólatra e continuo sendo. Mas as refeições mudaram, antes pulava a salada e ia direto pro arroz e feijão. Agora tem pelo menos umas 4 cores no meu prato.”  Apesar disso, ela garante que não cortou nenhum alimento da sua dieta. “Não dá pra cortar algo da alimentação. Tem aquela coisa de ser mais regrada durante a semana e fim no semana comer um docinho.”

Com 32 anos, a atriz tem uma ótima relação com o corpo e conta que fazer exercícios físicos e se alimentar bem é algo que ela faz pela sua saúde e não só pra se ver bem no espelho. “Não é o meu foco de vida ter um corpão ou ser magra, até porque sempre fui magra. Tenho até apego às minhas celulites, gosto delas aqui. É questão de se aceitar mesmo.”

Fernanda também é bem resolvida com seu status de relacionamento. Solteira, ela diz que não sente pressão para se casar e ter filhos. “É normal a mãe às vezes sonhar. A minha já teve essa vontade quando eu era mais nova, mas hoje entendeu que não adianta pressionar.”

Fonte: Revista Marie Claire

Radio Princesa